Oracle e LinkedIn fazem parceria para melhora na seleção de talentos das empresas

Linkedin

A Oracle e o LinkedIn estão trabalhando em conjunto para ajudar os profissionais de Recursos Humanos a atenderem melhor às demandas do mercado de busca, seleção e retenção de talentos no mercado de trabalho.

“Navegar com agilidade nessas mudanças e conseguir melhorar a identificação de profissionais talentosos é um grande desafio para as organizações. Trabalhando em colaboração com o LinkedIn, estamos em uma posição privilegiada para ajudar as equipes de RH a atender às expectativas de candidatos e colaboradores. Fazemos isso, combinando as plataformas Oracle HCM Cloud e Taleo Enterprise, sinalizando para o futuro como um dos maiores MarketPlaces de talentos do mundo”, Nagaraj Nadendla, vice-presidente de desenvolvimento de produtos da Oracle.

As ferramentas permitem que o RH das empresas tenha uma visão integral da experiência de candidatos e funcionários. “O mundo do trabalho está mudando rapidamente e isso está criando novas oportunidades e desafios para os líderes de talentos", disse Scott Roberts, vice-presidente de desenvolvimento de negócios do LinkedIn.

É consenso que o aumento da automação transforma o mercado global de talentos. Para gerenciar com sucesso essas mudanças, lidar com altos custos de recrutamento e diminuir a rotatividade de funcionários, as equipes de RH precisam evoluir suas estratégias e aproveitar novas tecnologias. “O mercado global de talentos força as organizações de todos os setores a repensarem a forma como atraem, envolvem e retêm funcionários”, observa Nagaraj Nadendla.

As novas integrações entre LinkedIn e Oracle HCM Cloud e Taleo Enterprise Edition atendem a essa necessidade, permitindo que as equipes de Recursos Humanos tenham uma visão holística da experiência, habilidades e aspirações de carreira de seus talentos. Dessa maneira, é possível alcançar um alinhamento significativo entre as responsabilidades de trabalho de cada funcionário e os objetivos comerciais da organização.

Deixe seu comentário: