Coleção da Lança Perfume mira Alemanha, mas acerta nazismo

lança perfume poxa

A marca catarinense Lança Perfume se envolveu em um dilema diante do lançamento da sua coleção-capsula de inverno 2018. A questão que passou despercebida aos olhos de toda equipe de produção foi rapidamente vista e apontada nas redes sociais, logo após a veiculação do teaser na internet.

A questão? A coleção “Noite de Berlim” que, segundo a própria empresa, foi inspirada, entre outras, pela 1ª e 2ª Guerras Mundiais, parece ter um “pé” no nazismo.

No Facebook, o post que trazia ao filme em questão recebeu 149 mil visualizações e 3 mil reações, sendo elas 2.5 mil “grr”. 1.4 mil pessoas compartilharam o conteúdo e outras 1.8 mil deixaram seu comentário. O material foi retirado do ar na tarde desta quinta-feira, (19).

No Twitter, as reações não foram muito diferentes das redes de Zuckerber. Veja abaixo ou acompanhe pela hashtag

Com a repercussão, a marca decidiu soltar uma nota em que alega que as pontuações negativas vêm sem embasamento. "Respeitamos as acusações em nossos perfis de rede social mas lamentamos as acusações realizadas com base em desconhecimento, desinformação e preconceito". Nota posteriormente apagada pela empresa, mas salva pela internet.

Por sua vez, a resposta da empresa gerou mais reações nas redes. Postada apenas há 19 horas, a imagem recebeu até o momento 1.6 mil reações, sendo mil delas “Grr”, 88 compartilhamentos e 851 comentários.

Sobre a Cruz de Ferro, que aparece em algumas das roupas, a Lança-Perfume optou por tentar uma atitude “didática” “explicando” a origem da imagem (que não a Alemanha Nazista). Mas, como o Buzzfeed assinalou “recentemente na própria Alemanha rolou uma discussão sobre a retomada do uso da Cruz de Ferro” que levou o governo a desistir de reintroduzir a medalha, o que indica o antagonismo encrustado no seu uso.

Deixe seu comentário: