"Starbucks" da cannabis quebra estereótipos em campanha

cannabis

A varejista de cannabis MedMen promove a sua maior campanha de marketing até o momento. A ação de 4 milhões de dólares inclui 36 outdoors e anúncios out of home em todo o sul da Califórnia, apresentando a palavra "cannabis" junto a uma fotografia representativa.

A recente superprodução é uma amostra do esforço da marca que ocorre desde o início deste ano, com programas como o "Forget Stoner", que buscava quebrar os estereótipos dos fumantes de maconha, apresentando usuários como um policial, um ex-jogador da NFL, avó e professora. O trabalho é o primeiro a estrear sob o comando do novo CMO da MedMen, David Dancer, que anteriormente atuou como EVP, chefe de marketing da Teleflora, com passagens anteriores na Visa, Charles Schwab e American Express.

A estratégia por trás da campanha é permitir que "os consumidores se imaginem em qualquer uma dessas histórias", explica Dancer. Também serve para destacar o fato de que a MedMen, que foi chamada de "Starbucks" ou "loja da Apple" da erva, não é aquela loja escondida na esquina de uma rua escura.

"Queremos que seja claro para os nossos clientes atuais e futuros que somos os melhores varejistas de cannabis e estamos localizados nos melhores bairros. Este é apenas mais um passo em nossa missão de reformular as imagens e as conversas em torno da cultura de cannabis" complementa o executivo.

 

Deixe seu comentário: