Skol convida modelos que já participaram de suas campanhas para propor a discussão sobre corpos

skol

A forma como nos olhamos diz muito sobre nós. Mas como olhar no espelho e se considerar um mulherão ou um “homão da por&*a” quando a sociedade aponta que um padrão estético, ou este ou aquele tipo de corpo é que é o considerado bonito? Se bem que este “é” poderia virar “era”, o que acha?

Com este mindset a Skol reuniu quatro modelos. Quatro histórias. Para diversas pessoas, eles estão fora do padrão, mas neste carnaval a marca que mostrar que “mais do que em qualquer outra época do ano, é tempo de ser livre”.

A campanha “Skol Corpo Positivo”, inspirada no movimento homônimo, que vem da expressão em inglês Body Positive,  estimula pessoas do mundo todo, de todos os corpos, altos, baixos, gordos e magros, a aceitarem suas formas e falarem sobre o tema de maneira franca. Um movimento que conversa com a campanha de verão de Skol e a mensagem “Tá redondo, Tá Junto”, que celebra a diversidade e reforça que é melhor se juntar a segregar.

A ação contribui também para derrubar o mito do corpo perfeito e também a combater a gordofobia, um preconceito ainda pouco conhecido, mas que está muito presente do dia a dia do brasileiro.

Deixe seu comentário: