Alana enquadra Fiat por marketing abusivo às crianças

O Projeto Criança e Consumo, da área de Defesa do Instituto Alana, afirma nesta segunda-feira ter identificado "estratégia de marketing abusiva" da Fiat, que "utiliza-se da vulnerabilidade infantil para promover produtos associando sua marca a diversão".

 
A equipe do Alana Defesa diz que entrou em contato com a montadora após verificar o lançamento de linhas de brinquedos com o logotipo da empresa, como jogos de tabuleiro e carrinhos. O produto em questão é o Fiat uno elétrico (veja na foto).
 
Em entrevista ao Valor Econômico, em 3 de junho, o diretor de publicidade e marketing de relacionamento da Fiat e presidente da Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), João Batista Ciaco, explicou que o objetivo é criar uma relação afetiva do púbico infantil com a Fiat para influenciar as compras domésticas, por meio do licenciamento em diversos produtos destinados a crianças. "Em vez de focar no pai, decidimos focar no filho, que influencia o pai na decisão de compra", explicou o executivo ao jornal.
 
Segundo o Alana, "ao fazer publicidade a um público que não tem consciência crítica para entender o caráter persuasivo desse tipo de mensagem, a Fiat busca fidelizar o consumidor desde o berço. A carta enviada pelo Alana apresenta algumas consequências da publicidade dirigida às crianças e do consumismo infantil e demonstra a disposição para prestar contribuições acerca do tema da proteção da infância no âmbito das relações de consumo".
 
O Instituto Alana aguarda um posicionamento da empresa.
Tags: fiat, cannes, alana

Deixe seu comentário: