Kellogg’s anuncia encerramento das atividades na Venezuela

kelloggs

Na manhã desta terça-feira, 15, a fábrica da Kellogg’s na Venezuela amanheceu fechada. O fato surpreendeu os 400 funcionários que chegaram para trabalhar na data.

O anúncio relacionava o movimento com a crise que o país atravessa: "Informamos que a Alimentos Kellogg’s Venezuela se viu forçada a encerrar suas operações no país com efeitos a partir de hoje, 15 de maio de 2018".

O comunicado foi afixado na porta fábrica da empresa na cidade de Maracay, estado de Aragua.

Após o anúncio, Nicolás Maduro, presidente do país e candidato à reeleição no próximo domingo, dia 20, ordenou o confisco da fábrica, que é a única unidade da marca em território venezuelano.

Para Maduro a decisão da Kellogg’s faz parte da "guerra das transnacionais e do imperialismo".

De acordo com informações não oficiais, a Kellogg's teria cumprido com o pagamento integral dos  trabalhadores que estavam na folha de pagamento através do Banco de Crédito Venezuelano.

Deixe seu comentário: