Economia no branding? Logos ecológicos utilizam menos tinta

ecobranding

Todo iPhone produzido recebe uma caixa ao embalá-lo. Se 100 mil devices são vendidos, outras 100 mil caixas também ganham a impressão da logo da Apple. Imaginou o quanto de tinta é gasto neste processo? O designer francês Sylvain Boyer sim e foi além re-criando marcas de algumas das maiores empresas do mundo através de uma lente que ele chama de "ecobranding". Em suma, ele redesenhou seus logotipos para que usem até 40% menos tinta em cada símbolo, caixa e anúncio. Afinal, visibilidade é extremamente importante para as marcas, mas há um preço a pagar por tamanha exposição e não estamos falando apenas do financeiro, mas também ecologicamente.

De acordo com Boyer, o gatilho veio com o nascimento de sua filha: "A ideia de criar um design de marca mais ecológico veio em 2013, no nascimento da minha primeira filha. Eu estava projetando um cartão de anúncio de nascimento com muitas cores. No computador, parecia ótimo, mas quando enviei o design para a impressora de serigrafia, a conta também era igualmente excelente, porém, muito cara". O profissional decidiu apenas reduzir o número de cores, o “que imediatamente se tornou não só mais econômico, mas também mais ecológico".

O símbolo da Nike que foi esvaziado. Na versão de Sylvian ele usa 24% menos tinta, e não há perigo de alguém não conseguir reconhecê-lo. Muito parecido com os arcos do McDonald's, fácilmente indentificáveis mesmo com um terço de tinta removida. 

Sobre o processo de criação, o artista relata: "Para transformar um logotipo em um logo ecológico, começamos a partir do formato inicial sem deformá-lo, mas “cavamos" um pouco para reduzir seu impacto ambiental", diz Boyer. "Sempre há um aspecto criativo nesse processo. Tentamos ter uma interação entre o espaço cheio e vazio, como o logotipo da Apple que acentua a parte mordida, ou o logotipo da H & M que acentua o aspecto da escova".

Segmentos do mercado já estão pensando nesta questão. A Nike lançou um aplicativo interno alguns anos atrás, que mediu o impacto ecológico de vários materiais e corantes para incitar seus designers a pensarem sobre seus produtos. Enquanto isso, a Amazon enviará produtos na embalagem “Frustration Free”, que substitui caixas coloridas e fofas ​​por embalagem de papelão, já que você já comprou o produto, portanto, não precisa de outro anúncio em sua casa. 

 As informações e imagens são do site Co.Desing

Deixe seu comentário: