João Doria utiliza fotos de bancos de imagens em campanha eleitoral

João trabalhador é pego não trabalhando

Após diversas polêmicas envolvendo seu jatinho particular, sua empresa com sede em mais de 15 países e seus apartamentos em Miami, o “João Trabalhador” volta a gerar discussões, mas desta vez por conta de sua campanha voltada para as mães de São Paulo. A divulgação feita para o ex-prefeito utilizou fotos de creches americanas e russas retiradas de bancos de imagens como o StoryBlocks.

A propaganda foi divulgada no programa eleitoral gratuito de TV que foi ao ar na quarta-feira à noite (12), na última sexta-feira (14) e deve voltar nesta segunda-feira (17) no período da manhã. Nelas, há crianças pintando, brincando e desenhando em ambientes coloridos. Antes das fotos serem exibidas, Doria conversa com uma mãe que matriculou sua filha na suposta creche. Todos os trechos que ilustram a conversa foram retirados do Storyblocks americano.

O portal CBN encontrou as mesmas imagens sendo usadas em diversas outras ocasiões como vídeos antigos do YouTube e perfis do Twitter. Ainda na campanha, o candidato do PSDB diz que as crianças serão examinadas no “dia D” e exibe imagens de equipamentos médicos e consultórios, parte delas retiradas do Ru.depositphotos, banco de imagens russo.

Filippe Lizardo, professor de direito, acredita que a campanha de João Doria pode ser questionada pela justiça sobre o uso destes recursos, uma vez que a lei não permite a utilização de montagens, trucagens, computação gráfica e efeitos especiais em campanhas do gênero.

Deixe seu comentário: