Biblioteca de orgasmos femininos mostra como eles são diversos, plurais e de verdade

orgasms

A Bijoux Indiscrets, uma marca de produtos eróticos feitos por e para mulheres, em um esforço para mostrar toda a gama da sexualidade feminina, realizou um estudo para determinar como a ficção condiciona nossos desejos, expectativas e comportamento sexual. Os resultados? Quase um quarto (22,5%) das mulheres espanholas nunca ou quase nunca conseguiram atingir um orgasmo durante as relações sexuais. A maioria delas sente pressão para atingir o orgasmo ou para alcançá-lo da maneira como seus parceiros do sexo masculino esperam que 52% das mulheres ocasionalmente acabam fingindo orgasmos e 11,8% sempre os finge.

Para ajudar a mudar este cenário, a empresa criou a Orgasm Library of Real Sounds - algo proximo a Biblioteca de Orgasmo com Sons reais - mostrando a maneira como o prazer feminino, realmente soa.

Por quê? Uma grande quantidade de artigos e estudos mostra que a imagem que temos do sexo é completamente distorcida pelo que vimos na mídia, especialmente nos filmes pornográficos. 63% das mulheres acreditam que temos uma imagem irreal de sexo e 49% acreditam que não obtiveram educação sexual suficiente quando eram jovens. Esta situação não só traz à luz a diferença entre ficção e realidade, mas também descobre os muitos preconceitos em torno da sexualidade, especialmente a sexualidade feminina. Bijoux Indiscrets, uma marca empenhada em capacitar as mulheres, queria mostrar que o sexo real é diferente do sexo nos filmes, e falar sobre isso é a única maneira de fazer isso acontecer.

O som foi o ponto de princípio desta campanha, então mulheres foram convidadas a compartilharem, de forma anônima, algo tão pessoal e tão íntimo, como seus próprios orgasmos, categorizados e que originaram obras verdadeiras obras de arte. O objetivo era dar uma voz a "a diversidade do prazer feminino" e mostrar que o sexo é pluralista, com muitas nuances, totalmente diferente da versão retratada pela mídia e filmes pornográficos. A hashtag #OrgasmosReales serviu como um fio comum para uma conversa intensa sobre os tabus que cercam a sexualidade feminina: exatamente o objetivo que a campanha objetivava.

Outras das obras você vê e ouve clicando aqui.

Desde o lançamento, mais de 750 mulheres anônimas de 51 países diferentes gravaram e carregaram seus orgasmos. Espanha, EUA, Alemanha, México e Colômbia são as nacionalidades que mais contribuíram, incluindo países como Índia, China, Arábia Saudita e Paquistão. A Orgasm Sound Library recebe 50 mil visitas por mês, convertendo o site em um recurso de co-criação e consumo de conteúdo com 3.000.000 peças. EUA, Alemanha, China, Espanha e México tem sido seus principais consumidores. O #OrgasmosReales hashtag serviu como um fio comum para uma conversa intensa sobre os tabus que cercam a sexualidade feminina: exatamente o objetivo que procuramos com a campanha

Publicidade criada pela Poximity, Spain para Bijoux Indiscrets.

Tags: Orgasmo

Deixe seu comentário: