Adtalks com Rodolfo Medina, presidente da Artplan

das

Rodolfo Medina tem um sobrenome que faz com que as pessoas lembrem imediatamente de seu pai, Roberto Medina, criador da Artplan e Rock In Rio. No entanto, o executivo não preside uma das maiores agências de publicidade do Brasil pela sua genealogia, mas por tudo aquilo que ele criou.

Primeiro de três filhos de Roberto, o primogênito de 41 anos trabalha há mais de uma década no empreendimento criado pelo pai em 1967. Com agenda extensa e rotina diária que, facilmente, ultrapassa as 20 horas de trabalho, o gestor defende que vivemos “um momento difícil de transformação e que o mercado publicitário precisa se reinventar”.

Preocupado com as mudanças no segmento, Rodolfo aposta em processos internos de contratações às cegas e colaboradores especializados pela própria empresa. “Necessitamos de profissionais cada vez mais capacitados para pensar o todo por meio de uma Academia Corporativa que criamos. Ela contempla cursos como design thinking até oratória. Por que sabemos que as pessoas não vêm prontas”

Consciente de que todo mundo tem que se adaptar às alterações, o presidente da Artplan também fala sobre o icônico Rock in Rio, da qual é vice-presidente, sem ignorar o que ainda precisa ser feito.

“O Rock in Rio nasce em 1984 pelo briefing de um cliente que era a Brahma. Na época, o Roberto queria fazer um evento para a juventude com o movimento Diretas Já e do outro lado a Brahma que queria um momento de experimentação de cerveja. Quando nasce a ideia, ela já nasce como um projeto de comunicação... Depois de tantos anos, a gente ainda não tem todas as respostas, mas temos que estar preparados para arrumar a mensagem na velocidade certa. Tem que tá pronto pra reagir”

Na conversa do empresário com Antonio Rosa, o empreendedor também falou das conquistas da agência no primeiro semestre, as inovações provenientes de testes internos e a eminente necessidade de adaptação de quem quer se manter relevante no mercado por mais muitos anos.

Confira abaixo o bate-papo completo no vídeo abaixo:

Deixe seu comentário: