Malas prontas? Toma aqui um esquenta do SXSW

Lembre-se de baixar o app do festival, colocar uma capa de chuva na mala e, se não for fazer roaming com sua operadora, verificar se seu celular é desbloqueado para colocar um chip pré-pago ao chegar nos EUA. Muitos aeroportos têm lojas das principais operadoras, mas o centro de Austin não tem muita opção. Uma ideia é comprar online e mandar entregar no hotel.

Não vai conseguir ir? Viva a Internet. Já saiu o primeiro calendário de Live do SxSW 2018. Lembre-se apenas de fazer o cálculo para a diferença de horário, já que Austin fica em Central Time e no próximo domingo os EUA começam com horário de Verão.

Para quem ainda não está com o schedule totalmente tomado, vamos lá com mais algumas novidades bacanas, mas, antes que eu me esqueça: não embarque para Austin antes de baixar HQ. Vai ser o app que as pessoas sentadas ao seu lado estarão usando às 2pm e, de novo, às 8pm. Ninguém entende como e se esses caras ganham – ou um dia vão ganhar – dinheiro, mas, se eu fosse de uma grande empresa de entretenimento já tinha copiado comprado a empresa.
 
Jogou e achou bobo? Pois saiba que, na noite de anteontem, enquanto alguns batiam palmas para algum discurso inflamado no Oscar, mais de 1,4 milhões de pessoas jogaram HQ e seis ganhadores dividiram o maior prêmio até hoje: US$ 50 mil. Essa segunda-feira, com um prêmio de apenas US$ 2.500 o jogo da noite abriu com mais de 1 milhão de jogadores. Boba sou eu que tô aqui escrevendo este texto ao invés de inventar uma ideia dessas.
 
Mas, vamos lá!

Ezra Klein, que já teve o blog mais lido do Washington Post e hoje é uma das estrelas da Vox Media, vai falar que o problema é o sistema. Acho que vale para nós Brasileiros porque, ainda que seu contexto seja os EUA, o fato é que esse é um ano em que precisamos pensar em mudar nosso sistema, não apenas nossos políticos.


Spike Lee (Reprodução: Youtube)
 

Esse já tinha sido anunciado, até porque ele é veterano de SxSW: Spike Lee apresenta o final de sua série She’s gotta have it e dá uma aula.
 
Para quem gosta, Lena Dunham está de volta. Pessoalmente, fiquei um pouco de bode dela com um comportamento menos do que adequado nas redes sociais, mas lembrem-se, ela nos deu Girls e as primeiras quatro temporadas são excelentes.
 
Quer entender o fenômeno dos GIFs? Essa é para você: Alex Chung, CEO da Giphy diz que se comunicar com essas animações é o futuro do entretenimento.
 
Se você, que nem eu, não aguenta mais ouvir falar de influencers, o painel Influencers are the next generation of retailers pode interessar. Além de relembrar todo mundo que o conceito não é novo e não depende da Internet (Tupperware party, anyone?), finalmente vamos discutir que eles têm que servir para mais do que selfies bonitinhas o papel do influencer na estratégia de marketing.
 
O que acontece quando o Google, o Washington Post, um professor de multimídia e um produtor de conteúdo entram na sala? Realidade misturada. Se os painelistas fizerem jus à descrição, esse papo promete ser muito interessante.

E como nem só de Elon Musks vive um wannabe space explorer, aprender sobre outras startups que pretendem nos levar para o espaço pode ser uma ideia. 

The new space ecosystem vai juntar uma startup, uma aceleradora e uma especialista em contar a história da exploração espacial. Primeira fila: eu.

Outra sessão em que estarei no gargarejo é The scientific secrets of perfect timing. Daniel Pink, autor de When diz que escreveu sobre timing “porque todos sabemos que timing é tudo, mas a maior parte de nós não sabe quase nada sobre o assunto.” Para quem, como eu, já se perguntou várias vezes se o momento é ou era ou será o certo ou concorda com o Carl Lewis, te encontro na porta.
 
Se o seu timing estiver todo torto, seu Mercúrio retrógrado ou você estiver apenas no inferno astral, emende nessa aqui. Tal Shmueli vai ensinar os participantes a hackearem sua vida. Como corredor de maratonas e mentalista – yes, it’s a thing – ele promete que consegue ajudar a encontrar aquele botão de reboot que às vezes faz falta.
 
Finalmente, alguns avisos:

- Mark Cuban cancelou (não acho que perdemos grande coisa).
- Essa planilha está circulando pelas redes e é fantástica. Abra com Omeprazol.
- Faça RSVP se quiser ver as sessões da Vox Media.
- Mais uma listinha de eventos para quem tem menos de 30 anos.
- Para as ladies da turma.
- Para quem não abre mão de comer bem.

Fernanda Romano é sócia-fundadora da Malagueta, e co-fundadora do Coletivo WeLove, plataforma de conteúdo original lançada na segunda metade de 2015. Foi selecionada pela AdAge em 2012 como uma das 100 mulheres mais influentes da comunicação mundial, ao lado de nomes como Arianna Huffington e Sheryl Sandberg. É também membro do Creative Social e tem passagens por Grupo Havas, DM9DDB, Lowe e Naked Communications.

O SXSW Insights tem o apoio do Malagueta Group e do Little Brasil – Brazilian Neighborhood, projeto que constrói experiências de conhecimento, educação e imersão sobre o mercado de comunicação, levando todo o potencial criativo, inovador e empreendedor do país ao redor do mundo.

Deixe seu comentário: