Cinco erros que as empresas cometem ao utilizar aplicativos de serviço

dsa

Limpeza, contabilidade, transporte e tecnologia da informação. Esses são apenas alguns exemplos de serviços que as empresas podem contratar por meio de aplicativos atualmente. Esse novo modelo de negócios é símbolo da economia compartilhada. Estimativas da consultoria PwC, por exemplo, apontam que esse setor deve movimentar U$ 335 bilhões até 2025.

Mesmo assim, muitas organizações ainda não conseguem extrair todos os benefícios desta modalidade por conta de algumas falhas de planejamento. Confira os cinco principais erros cometidos:

1 – Achar que o profissional é o seu funcionário

Um dos principais erros que os usuários cometem é justamente achar que o prestador de serviço deve atuar como um de seus funcionários. Lembre-se: ele está lá para executar uma tarefa específica dentro de sua organização. Logo, não pode acumular outras funções, ter o mesmo cumprimento de horário ou fazer mais do foi combinado anteriormente na contratação via aplicativo.

2 – Não saber qual é o problema a ser resolvido

Quando a empresa contrata um prestador de serviço via app, é necessário entender que ele provavelmente vai atender outras empresas naquele dia e, portanto, não pode perder tempo na execução de sua tarefa. Assim, é essencial que o usuário que contratar este tipo de recurso já tenha em mente quais problemas devem ser resolvidos na visita do profissional para evitar o risco dele ter ido até à companhia sem necessidade.

3 – Ignorar análises de desempenho

Qual o impacto da contratação de serviços por aplicativo no dia a dia da sua empresa? Quanto isso trouxe de receita ou ajudou a economizar? Os usuários precisam ter as respostas destas perguntas na ponta da língua para analisar o impacto positivo que esse novo modelo de negócio acarreta no dia a dia. É possível mensurar dados de desempenho, de qualidade e de finanças em um curto período de tempo, justificando a escolha e até permitindo uma melhor tomada de decisão no futuro.

4 – Manter funcionários ociosos no mesmo departamento

Se a empresa decide contratar uma plataforma de prestação de serviço para resolver uma determinada situação em seu dia a dia, não faz sentido manter os colaboradores daquela área para realizarem a mesma tarefa, não é mesmo? Isso permite que os colaboradores possam se dedicar a funções de liderança no mesmo departamento, contribuindo para o desenvolvimento de novas soluções enquanto que o aplicativa cuida de problemas pontuais.

5 – Ignorar as recomendações dos profissionais

Pode parecer inacreditável, mas há empresas que ignoram as recomendações desses profissionais quando eles são chamados para resolver um determinado problema. A vantagem desse modelo de negócio é justamente permitir que pessoas de fora da organização possam olhar o que realmente está obstruindo o bom trabalho de uma área específica e contribuir com dicas e sugestões. É ele quem possui o conhecimento para dar a solução e apontar os melhores caminhos.

Deixe seu comentário: